segunda-feira, novembro 19, 2012

Ainda sobre a História de Guarapari

Em 1677, Francisco Gil de Araújo, donatário da capitania, mandou construir uma igreja dedicada a Santa Virgem Nossa Senhora da Conceição. Um incêndio impediu o término de sua construção. Desta igreja restam apenas o Frontis, todo esburacado, a Ruína e o Campanário, reconstrução de 1817. Esta relíquia foi edificada com pedras sobrepostas, unidas por uma massa feita de barro, areia, conchas trituradas e óleo de baleia. Suas ruínas já foram utilizadas como cemitério, no meio do século, como horta pelos alunos da primeira escola da cidade e como cadeia.






Conheça a História da Cidade de Guarapari

As terras de Guarapari foram habitadas desde vários séculos por tribos indígenas. Foi somente no século XVI quando os portugueses atraídos pelo seu encanto, conquistaram a zona. A população de Guarapari surgiu a partir de duas aldeias fundadas pelos jesuítas a meados deste século.
Em 1.569, quando o Padre José de Anchieta percorria as terras do Espírito Santo como visitador dos jesuítas, encarregado de estabelecer novas aldeias para catequese dos índios Goitacazes, Purus Tupiniquins e Aimorés, sendo uma delas a de GUARAPARI, que determinou o nascimento de uma povoação. Mas só em 1585, portando 16 anos depois, é que o Padre José de Anchieta fundou a quarta e última aldeia em terras espírito-santenses, que recebeu os seguintes nomes: ALDEIA DO RIO VERDE OU DE SANTA MARIA DE GUARAPARIM, VILA DOS JESUÍTAS, GUARAPARIM, GUARAPARI

Guarapari - Vocábulo de origem indígena, derivado de:
Guará - Garça ave (ibis rubra - nasce branca, torna-se cinza, volta embranquecer, e por fim, a sua coloração é vermelho-carmesim).
Pari ou Parim - Pesqueiro, lugar cercado para apanhar peixe, curral.
Obs.:
Para Saint Hilaire, em 1818 e Dameon, em 1879, Pári significava 'laço' ou 'armadilha'.
Para o Padre Jacomé Monteiro, em 1610 dizia que Parim significa 'manca'.

No ano de 1.585, o Padre José de Anchieta fundou no alto da colina, uma capela que servia para residência dos padres em missão e catequese dos índios.A capela era dedicada a Sant'Ana ou Santa Maria.
Em 1.677, o donatário da capitania, Francisco Gil de Araújo, manda edificar na aldeia de Guaraparim uma igreja dedicada a Nossa Senhora da Conceição, por ser a padroeira da aldeia (hoje a ruína da igreja é patrimônio histórico).
Em primeiro de janeiro de 1.679, o Donatário Francisco Gil de Araújo eleva a Aldeia de Guaraparim à categoria de "Vila" e sua instalação sai em primeiro de março daquele ano.
A comarca de Guarapari foi criada pela Lei Provincial de 1.835, compreendendo a mesma o Rio Itapemirim, Beneventes e Guarapary.
Em 24 de dezembro de 1.878 Guarapari passou de vila a município, mas durante alguns anos ainda pertenceu à cidade de Anchieta.
O serviço telegráfico foi inaugurado em 1.888.
A Lei Estadual de 19 de setembro de 1.891, sancionada pelo Juiz de Direito e Presidente da Província, Coronel Manoel da Silva Mafra, deu a Guarapari foros de cidade. Finalmente, em 29 de fevereiro de 1948, Guarapari teve sua Câmara instaurada.
A lei nº 779, de dezembro de 1.953, fixa em três os distritos que compõe o município: GUARAPARI-SEDE, TODOS OS SANTOS, RIO CALÇADO

O crescimento de Guarapari, no decorrer de sua história, foi realmente muito lento. Na década de 30 as casas não passavam de 250 unidades e, somente na década de 40 é que foi registrada a construção da primeira casa de veraneio. Até 1.952 Guarapari era lugar de difícil acesso, pois a travessia do canal ainda era feita através de balsa. Naquele ano foi construída a primeira ponte de madeira ligando o município aos acessos já disponíveis. Mas foi na década de 60 que Guarapari apareceu para o mundo turisticamente. Divulgada para os quatro cantos do mundo pelo Dr. Silva Mello, a cidade das areias monazíticas medicinais passou a ser referência mundial para o turismo saúde. Daí o título de 'Cidade Saúde'.

Areias Monaziticas
As areias monazíticas de Guarapari foram descobertas em 1.898 e, em 1.906, a 'SOCIÉTE MINIÉRE ET INDUSTRIELLE FRANCO-BRASILIENSE' instalou em Guarapari a usina 'MIBRA - Monazita Ilmenita do Brasil' para fazer o beneficiamento destas areias, exportando o produto a ser tratado na França. A MIBRA era administrada pelo superintendente Borisw Davidovictch, cidadão russo naturalizado americano.
Na Mibra as areias eram separadas por lavagens e posteriormente por eletroímãs em ordem decrescente:
ILMENITA - De cor preta, é constituída de titânio, ferro magnético e outros metais.
GRANADA - De cor vermelha, é encontrada em abundância em Guarapari, mas somente em pequenos cristais, o que a torna inaproveitável para a fabricação de jóias. Contém, em proporções variáveis, o alumínio, o ferro, o cobre, o cálcio, o magnésio, o manganês e outros metais.
MONAZÍTICA - De cor amarela, é um fosfato. Contém tório de onde se extrai o hélio e outros elementos usados na desintegração atômica. As areias monazíticas foram inicialmente usadas pelo seu teor de tório cuja aplicação principal foi nas camisas incandescentes.
MONAZITA - De onde se obtém o cloreto, o óxido e o fluoreto, sais como o cério e o fosfato trissódico, usados em indústrias de grande sofisticação tecnológica. O Óxido de Neodímio, por exemplo, tem aplicação no raio laser e na fabricação de TV a cores. O Óxido de Cério é utilizado na fabricação de lentes fotográficas e na indústria ótica corretiva. O Óxido de Lantânio é usado em ótica de alta precisão e em ligas especiais. O Óxido de terras raras é empregado no polimento de vidros óticos e vidros de televisão, fabricação de carvões para o arco voltaicos ferro liga. O Carbonato de terras raras é usado na composição de vidros óticos. O Fluoreto de terras raras é usado na metalurgia na obtenção de aços e ligas especiais. O teor de areia monazítica das praias é variado, indo de sua ausência à percentagem de 60% ou até mais. Quando presente, elas se concentram em manchas de aspecto característico, variável de extensão e profundidade, como é fácil observar principalmente na praia da Areia Preta, onde as ondas do mar deixam a sua paisagem marcada por pequenas linhas amarelas, característica da monazítica. A Zirconita, de cor cinza, não sofre atração magnética. Tem uma extensiva e diversificada gama de aplicações, sendo utilizada na indústria ótica e de vidro, na indústria química e metalúrgica, esmalte porcelanizado, louças de primeira qualidade, cerâmica sanitárias, etc. Contém 'mesotônio 1' e é encontrado nas áreas monazíticas. Tem emprego terapêutico devido à penetração de seus raios de gama. O termo monazita provém do grego - monazein, que quer dizer 'estar solitário', o que indica sua raridade.
A Mibra explorou as areias de Guarapari até os anos 60 quando o Governo começou a taxar realmente a sua exploração e exportação. Os proprietários da MIBRA simplesmente abandonaram tudo e foram embora, pois se deram como satisfeitos pela grande exploração feita até então.
Após o abandono da MIBRA, a 'NUCLEMON - Nuclebrás de Monazita e Associação Ltda', subsidiária da NUCLEBRÁS, passou a explorar as areias de Guarapari, mas o prefeito Graciano Espíndula (1.983/1.988) proibiu a extração das areias nas praias da cidade quando era o prefeito.
Estas areias são indicadas para os casos de reumatismo articular e muscular, de artrite deformante e de diferentes etiologias, de nevralgias, mialgias e enfermidades muscular, alergias, sistema nervoso, gota, anemia, nervosismo de insônia, inapetência e perturbação digestiva.
O fato de estar em Guarapari, já constitui um extraordinário elemento de tratamento, uma vez que a radioatividade atua no solo e na atmosfera, tanto dentro quanto fora das casas e dos hotéis, tanto nas praias quanto fora delas.
Pastagem extraída d sie www.almarimoveis.com.br













































Aniversario da Igreja Metodista em Guarapari



quarta-feira, novembro 14, 2012

As Orações de Habacuque

Habacuque é um profeta que conversa com Deus todo o tempo.
Faz perguntas, espera a resposta de Deus. Leia três momentos da oração do profeta.

1: 2 – Até quando, Senhor...
• Quem nunca fez esta pergunta?
• Expressa angústia, dor e grande ansiedade.
• Desejo pela resposta à oração, como se Deus houvesse “perdido o ônibus”, ou, “Deus não vês, que o tempo já passou e o Senhor não me respondeu?”
• Habacuque contemplava o povo de Deus e não via nenhum arrependimento, somente injustiça e maldade, por isso pergunta até quando, Senhor?
• Deus responde que enviaria os caldeus, um povo muito mau, e dessa forma, exerceria seu juízo sobre a nação de Judá.
• Muitas vezes não conseguimos compreender como Deus pode usar como ruins para acertar situações as quais não temos nenhum controle.
• Nem sempre a resposta que achamos que a melhor, será a que Deus irá usar, muitas vezes, Deus permitirá situações onde somos levados ao nosso limite e Ele então como Sua sabedoria e poder infinito, mudará o que não somos capazes de fazer!

3:2 – Estou alarmado, aviva a tua obra...
• “Ó Deus Eterno, ouvi falar do que tens feito e estou cheio de temor. Faze agora em nosso tempo, as coisas maravilhosas que fizeste no passado, para que nós também as vejamos. Mesmo que estejas irado, tem compaixão de nós”. BLH
• Expressa reconhecimento, confissão e clemência.
• Confissão do medo, dos erros cometidos pelo povo (arrogância, orgulho...)
• Reconhecimento do grande poder de Deus, que agiu com braço forte no passado e que pode agir assim no presente.
• Clemência pela misericórdia e compaixão do Deus único.

3:17-19 – Ainda que não haja fruto...todavia, eu me alegro no Senhor...
Habacuque expressa toda a sua confiança no cuidado de Deus! Ainda que eu não entenda, ainda que eu não veja, mas eu confio em Ti!!!
• Esperança e certeza do cuidado e provisão de Deus.
• Fé: mesmo que não veja nada acontecendo continuarei a engrandecer o Senhor.
• Adoração que nasce da fornalha da aflição: Deus da minha salvação, o Senhor é a minha fortaleza e sustentador.
O profeta termina sua oração em paz: “Antes ele estava perplexo; agora está em paz. Antes, sentia-se com medo; agora tem fé no futuro que Deus planejou. Qual foi a única coisa que mudou? Sua perspectiva!” J. Maxwell
Da mesma forma eu e você podemos crer e descansar no Senhor!

EMPacto

Nesse final de semana a Igreja Metodista em Guarapari realiza mais um Encontro Metodista do Pacto com Deus.
Nos dias 16 a 18 de novembro, no Sítio Rancho Novo II, em Guarapari.
Serão dias da manifestação da graça e misericordia de Deus!

segunda-feira, agosto 27, 2012

EMPacto Agosto 2012


A Igreja Metodista em Guarapari realizava o Encontro Metodista do Pacto com Deus, desde o ano de 2007, em conjunto com outras igrejas metodistas do Distrito Litoral do ES . No ano de 2008 passamos a realizar com nossa própria equipe, oferecendo o EMPacto para faixas etárias diferenciadas como o EMPacto Kids, o Jovens e o de Adultos.
Nesse último final de semana, realizamos mais um EMPacto, com 65 participantes e uma equipe de 35 pessoas.
Podemos dizer com muita convicção: "Grandes coisas tem feito o Senhor por nós, por isso estamos alegres"!

domingo, junho 24, 2012

Eliseu Antonio Gomes: Deus precisa de dinheiro?

Eliseu Antonio Gomes: Deus precisa de dinheiro?: Pergunta importante: Deus precisava do animal que foi oferecido em sacrifício por Abel? Não. Mas diz a Bíblia que o Senhor se agradou de ...

terça-feira, junho 12, 2012

Crianças e Ministério Nascido de Deus



Momento de adoração diante do altar do Senhor, durante o Culto de Ceia quando três crianças e o Ministério Nascido de Deus ministraram.

domingo, junho 10, 2012

Ceia do Senhor

Hoje a noite na Igreja Metodista em Guarapari celebraremos a Ceia do Senhor nos dois cultos: às 18 hs e 19:30 h. Venha adorar ao Senhor!

sexta-feira, junho 08, 2012

EMPacto Kids 2012

Nos dias 01 a 03 de junho de 2012, a Rede Rebanho Mais Precioso realizou o EMPacto Kids, com 47 participantes. Foi um tempo de muita alegria e de semeadura da Palavra de Deus sobre a vida das crianças, na faixa etária de 08 a 12 anos. Vimos o agir de Deus, mobilizando todos os irmãos que se esforçaram para contribuir e trabalhar nesse projeto que nasceu no coração de Deus. Ao Senhor a honra, a glória e todo o louvor!


quinta-feira, maio 03, 2012

ATENÇÃO A TODAS AS IGREJAS QUE COMPÕEM O DISTRITO LITORAL DO ESPIRITO SANTO!
Em maio, dias 18 e 19, acontecerá a Pré-Conferência de Discipulado, promovida pela Camara de Discipulado do Distrito Litoral. Veja as informações no cartaz abaixo:



Nesse final de semana, nosso primeiro EMPacto da Rede de Jovens! Ainda dá tempo de você participar! Faça sua inscrição pelo telefone (27) 3261-2518.


Célula: discipulado e vida!

Visite nossas Células!



Visualizar Células da Igreja Metodista em Guarapari em um mapa maior