terça-feira, junho 14, 2011

Marina, 16 anos, amada, curada, livre

     Imagine um pássaro com suas asas cortadas, que pula do ninho, mas não consegue voar. Era exatamente assim que eu me sentia. Meu pai chegava em casa alcoolizado todos os dias, minha mãe vivia para o trabalho e eu fui crescendo com a ausência dos dois. Nunca fui de sair, de paquerar, etc., vivia apenas para os estudos, mas houve um tempo em que as feridas deixadas pelas brigas que presenciei quando era pequena, o fato de eu ter sentido tanta carência e ter sofrido bullying me fizeram "pirar”, então comecei a mudar.
     Foi necessário apenas um evento de rock que ocorreu aqui em minha cidade, para eu presenciar jovens se drogando, se alcoolizando, mas quando Deus quer falar com você Ele "deixa” você “experimentar o mundo” e ver que você não faz parte dele. Eu estava ali, porém sentia que não era o meu lugar; eu havia visitado a Igreja Metodista nessa época, havia aceitado Jesus em meu coração, mas as dores se faziam mais fortes. Depois de um tempo conheci um rapaz, o que me fez sofrer mais ainda. Eu estava cega, talvez tentasse apenas suprir toda minha carência, mas foi nessa época que eu comecei a agir de forma errada. Eu menti, eu fiz o que não devia fazer, até o ponto em que uma coisa muito forte veio em meu coração. Eu percebi que não era mais a mesma Marina.
     Passou-se um bom tempo e essa mesma coisa me dizia que esse não era o caminho, não era com aquelas pessoas que eu devia andar, não era meditando, não era fazendo coisas boas, nem correndo dos problemas que eu iria ficar livre daqueles sentimentos, tantas coisas estavam acontecendo, minhas notas na escola desmoronando, eu brigava com minha irmã praticamente todos os dias e só ia afundando mais. Cheguei ao ponto de falar que estava com depressão e deixar todo mundo descabelado.
     Minha mãe me chamava para eu ir à Célula (estudo bíblico), que estava tendo na casa de uma moça chamada Cíntia, mas eu não queria ir, eu estava com um coração rebelde, meu Deus! Mas no aniversário da minha mãe, quando as participantes da célula iriam fazer uma festa surpresa para ela, eu fui convidada. Naquele momento toda minha vida passou diante dos meus olhos, várias pessoas falavam comigo me dizendo para não ir, mas eu pensei: - Eu vou por minha mãe... Aquela moça,que nem me conhecia,foi extremamente usada por Deus e na hora do apelo eu escutei Jesus dizendo que me amava que me queria perto Dele, que eu não pertencia ao mundo, que Ele queria sarar minhas feridas. Eu não consegui dizer não e foi ai que refiz minha aliança.
        Fui ao EMPacto que ocorreu nos dias 27 a 29 de maio de 2011 e me apaixonei por Jesus. Ele me curou, me libertou, derramou todo seu amor em mim, deu-me um novo coração, fez aquelas pequeninas asas ganharem novas penas e eu pude enfim voar. Eu sei que independentemente das lutas que surgirem eu tenho um Deus que nunca vai me abandonar porque ele tem me provado isso a cada dia,do meu pai que agora não bebe mais a minha mãe que hoje é muito mais atenciosa comigo a uma nova família e amigos que ganhei.
        Eu não vivia, mas hoje renasço todos os dias e até o alimento que como tem um sabor diferente. Agora,quando acordo de manhã , vejo tudo com outros olhos, sinto o ar mais puro, as cores mais vibrantes e o céu nem é mais azul! É de todas as cores, porque Deus está em tudo que eu vejo, ele está ali me dizendo: - Bom dia, filha amada!
        Parece até loucura se levar em conta que tenho 16 anos, não é mesmo? Mas acredite, assim como Deus mudou minha história ele quer mudar a sua também, basta você permitir.

Marina Biacchi, 16 anos

6 comentários:

Deborah Henrique disse...

Estou chorando aqui, como Deus é Lindo demais e perfeito, fez isso comigo me resgatou do inferno. Glória a Deus, Feliz demais lendo isso....

Deborah Henrique disse...

Estou chorando aqui, como Deus é Lindo demais e perfeito, fez isso comigo me resgatou do inferno. Glória a Deus, Feliz demais lendo isso....

Emilly disse...

Impossível não se emocionar com esse testemunho maravilhoso...
Glória a Deus pela vida da Marina!
Q ela seja cada dia ais apaixonada pelo Senhor...
Mto mto mto lindo isso!!
bjos..

Marina Bianchi disse...

Deus é tremendo mesmo!Eu sou apenas o começo de muitas pessoas que ainda serão salvas e que voltaram a viver!
Glória a Deus !

Cíntia disse...

A presença de Deus lhe atriu minha linda! Nunca vou esqueçer de como foi lindo daquele dia na célula vc voltando para os braços do PAi...

lisieux disse...

Deus é mesmo TREMENDO!
Que vc seja ricamente abençoada, sempre, Marina!
bjokas
pra. Terezinha